Dorinaldo Malafaia pede que BASA centralize decisões sobre o Fundo Amazônia

Vice-líder do governo Lula quer BASA como agenciador do Fundo Amazônia.
Vice-líder do governo Lula III, pedetista amapaense reclamou mais uma vez de que assuntos ligados a obtenção dos recursos destinados a manter a floresta de pé precisam ser tratados em ambientes fora da Amazônia.

(Brasília-DF, 07/05/2024) O deputado Dorinaldo Malafaia (PDT-AP) pediu nesta terça-feira, 7 de maio, que o Banco da Amazônia (BASA) centralizasse as decisões sobre o Fundo Amazônia onde estão alocados recursos que contemplam projetos ambientalmente responsáveis e sustentáveis.

O vice-líder do governo Lula III na Câmara reclamou mais uma vez de que assuntos ligados à obtenção dos recursos destinados a manter a floresta de pé precisam ser tratados em ambientes fora da Amazônia, em cidades como o Rio de Janeiro (RJ) e em São Paulo (SP).

“[Precisamos] debater o Fundo Amazônia. Porque temos que sair do Amapá e irmos ao Rio de Janeiro para tratar do Fundo Amazônia. Porque está num espaço que não nos representa e não representa os interesses amazônicos. Se nós, por exemplo, fizermos uma avaliação mais precisa, o Fundo Amazônia está sendo acessado pela Faria Lima [referência à avenida localizada em São Paulo onde estão os maiores escritórios de investimentos financeiros]. Até porque a Amazônia tem sempre muita dificuldade nestes investimentos. Portanto, eu gostaria de fazer um pouco deste resgate”, frisou o pedetista amapaense.

Deixe um comentário

Dorinaldo Malafaia pede que BASA centralize decisões sobre o Fundo Amazônia